Como controlar o estresse e as preocupações e ter qualidade de vida?

As preocupações fazem parte de nossa vida e são completamente normais – desde que estejam sob controle. De um ponto de vista positivo, elas são úteis quando precisamos tomar alguma medida e resolver um problema. Porém, estar sempre preocupado, muitas vezes com o que ainda nem aconteceu, pode causar ainda mais problemas e minar sua qualidade de vida.

Isso porque o excesso de preocupações nos deixam com medo, cheios de dúvidas, esgota nossa energia emocional, aumenta a ansiedade e gera estresse, interferindo em nossa vida cotidiana.

Se você tem sofrido de preocupação crônica, está na hora de mudar isso, pois esse hábito da mente pode sim ser superado. Por isso, continue sua leitura e confira as dicas que preparamos para você saber como controlar o estresse e as preocupações e ter mais qualidade de vida!

Entenda a diferença entre preocupação e problema

Um problema é uma adversidade que surge em nossas vidas, sendo ou não resultado de nossas ações e que pode ou não ser evitado. A preocupação é aquilo que criamos, independentemente de termos um problema ou não, ou seja, algo que pode ser evitado.

A questão é que, ao identificar um problema, temos duas opções: focar nele e ficar nos preocupando ou nos concentrarmos na busca por uma solução. Você tem liberdade para escolher qualquer uma das opções, mas ao escolher a primeira, terá mais um problema em mãos.

Se concentrarmos nossa energia em fazer algo para solucionarmos nossos problemas e para que as coisas deem certo em vez de ficarmos nos preocupando de graça, as coisas sairão mais como esperamos.

Dicas para controlar as preocupações, o estresse e a ansiedade

As preocupações, como sabemos, vêm acompanhadas de ao menos mais dois sintomas negativos – o estresse e a ansiedade. Para não ficar sofrendo com isso, confira algumas dicas:

Viva o presente

Pare de ficar se lamentando por aquilo que já passou e que não pode ser mudado. Não fique sofrendo também por aquilo que pode acontecer, pois o futuro nem sempre pode ser controlado. Foque no seu presente, viva um dia de cada vez e dê o seu melhor dia após dia.

Não faça tempestade em copo d’água

Fazer tempestade em copo d’água nada mais é do que ampliar as dimensões de um problema. Para que se torturar dessa forma? Evite tornar as coisas piores enxergando as coisas em sua verdadeira dimensão, não nas dimensões da sua preocupação.

Aprenda a relaxar

Veja bem, a dica aqui não é “tente relaxar”, mas sim “aprenda a relaxar”. Isso significa que, se você quer realmente superar suas preocupações e diminuir o estresse, precisará fazer isso. Albert Einstein já dizia que “nenhum problema é resolvido no mesmo estado de espírito em que foi criado”.

Por isso, não fique remoendo o problema e tentando encontrar a solução de imediato enquanto está estressado. Ao relaxar sua mente, você aprenderá a ver o problema de outra forma e perceber que a solução estava bem ali a sua frente. Sua preocupação apenas não o deixava enxergar.

Para relaxar, você pode buscar se distrair para espairecer a mente. Isso pode ser feito lendo um bom livro, ouvindo músicas que façam você se sentir bem, conversando com um amigo, fazendo um passeio, enfim, tirando o foco do problema por um momento.

Aceite que nem tudo pode ser controlado

Esse é um ponto chave para conseguir se libertar do excesso de preocupações. Por mais que façamos tudo certo – ou acreditemos nisso – alguma coisa pode dar errado, simplesmente porque nem tudo está sob nosso controle.

Ficar procurando formas de controlar o incontrolável só fará com que suas preocupações cresçam e se tornem intermitentes. Não se maltrate dessa forma. Aceite as coisas como elas são e foque em mudar aquilo que pode ser mudado.
Livrar-se das preocupações, do estresse e da ansiedade não acontece da noite para o dia, demanda esforço e dedicação. Mas se você aprender como controlar o estresse, verá como sua qualidade de vida é capaz de aumentar exponencialmente.

E você, o que faz para se livrar das preocupações? Deixe o seu comentário!

1 comentário

  • […] Se você quer saber mais sobre esse assunto ou precisa resolver o problema de vez, confira o nosso post e entenda como melhorar a sua qualidade de vida: […]

  • Deixe seu comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *