5 dicas para colocar suas habilidades desenvolvidas em prática

Colocar as habilidades em prática é imprescindível para o aprimoramento e manutenção delas, certo? No entanto, muitos de nós sabemos o quanto pode ser complicado fazê-lo quando não temos um planejamento bem definido.

O ideal é, sempre que uma nova habilidade seja adquirida, criar um pequeno plano de como inseri-la na nossa rotina. Afinal, o conhecimento teórico quando não é colocado em prática acaba por não conseguir ter todo o seu potencial desenvolvido.

Pensando nisso, elaboramos este post para ajudá-lo a identificar maneiras pertinentes de colocar as habilidades em prática. Confira!

1. Estabeleça um objetivo

O primeiro passo para colocar as habilidades em prática é o estabelecimento de um objetivo.

Muitas pessoas, quando iniciam um novo projeto, pulam essa etapa e acabam, com o decorrer do tempo, deixando de lado aquilo que se propuseram a realizar. Isso ocorre porque a falta de um objetivo final faz elas não verem mais sentido em prosseguir com algo que, aparentemente, não lhes está trazendo um resultado imediato.

Essa situação acaba por desmotivá-las e culminar no abandono da ideia ou projeto iniciais.

Nesse sentido, se você quer colocar suas habilidades desenvolvidas em prática, você deve sempre pensar em qual objetivo deseja atingir e em como tais habilidades vão contribuir para alcançá-lo. Assim, você terá sempre a motivação ideal para utilizá-las.

2. Defina metas

Ao contrário do que muitos pensam, as metas são diferentes dos objetivos. O objetivo é um estado final ao qual se deseja chegar, já as metas são os passos necessários para alcançar o objetivo.

Por exemplo, se o seu objetivo é colocar as habilidades em prática, então uma possível meta seria praticar a nova habilidade durante uma hora por dia.

A definição das metas é uma etapa extremamente importante, pois é a partir dela que você terá o mapeamento das ações que pretende tomar.

3. Coloque o plano no papel

Como dito, não dá para se colocarem as habilidades em prática sem um planejamento prévio. Pois agora, logo após a definição do objetivo e das metas, é o momento de criar esse plano e, além disso, registrá-lo no papel.

Por isso, seja em uma simples folha de caderno, um documento do Word ou uma planilha do Excel, registre o seu objetivo final e as metas para alcançá-lo, assim como os dias e os horários de prática, os prazos para seu cumprimento e os resultados esperados.

E, caso você seja um grande adepto da tecnologia, algumas ferramentas digitais como o Trello também podem ser úteis nesse momento.

Essa etapa é de grande importância, pois um planejamento não registrado, simplesmente, não é um planejamento. Além disso, sua memória não é ser capaz de guardar todo esse processo por um longo período.

4. Treine e repita

A prática leva à perfeição. Você já deve ter escutado essa frase. E ela é, realmente, uma boa ilustração do que é necessário para colocar as habilidades em prática.

Treinar e repetir suas habilidades desenvolvidas são os diferenciais que te fazem fixá-las em sua memória e ter um maior domínio sobre cada uma delas.

Por isso, esse é o momento de finalmente colocar todo aquele plano em ação, praticando suas habilidades de acordo com o que você mesmo definiu.

5. Evite autojulgamentos

Após esse longo caminho, os autojulgamentos se tornam bastante comuns, porém, nem sempre, são bem-vindos.

Quando nos julgamos demais, a tendência é ficarmos desanimados ou, até mesmo, nos sentirmos incapazes. Tendo isso em vista, na hora de colocar uma habilidade desenvolvida em prática, os autojulgamentos podem acabar se mostrando bastante negativos.

Pense que, por ser algo no qual você começou a trabalhar recentemente, é normal alguns pequenos erros acontecerem, pois eles fazem parte do processo. O importante aqui é persistir praticando suas habilidades.

Então, agora que você já sabe como colocar as habilidades em prática, nada melhor do que ir correndo praticar as suas, não é mesmo?

Antes de ir, só não se esqueça de deixar abaixo um comentário sobre o que você achou desse post!

2 comentários

  • […] aprendizado em sala de aula: com o experiential learning, é possível desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes além de trabalhar os sentimentos e emoções, uma vez que essa metodologia é de uma […]

  • […] isso, é muito importante conhecer e utilizar algumas técnicas e habilidades que podem tornar o líder mais efetivo em suas falas. Veja quais são essas e como […]

  • Deixe seu comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *